Nos minutos de entrada, Manual de Caça a Monstros é quase bem sucedido em construir um verdadeiro terror para crianças. A atmosfera macabra e bem inserida por pouco não nos convence de que se trata de um filme interessante. Quando a emoção começa (ou deveria começar) para valer, o longa se perde e peca no terror para agradar uma audiência mais ampla, como se crianças não pudessem ver um monstro realista sem ficar traumatizadas para a vida inteira.

É uma clara dificuldade equilibrar os dois sem transformar em uma piada que nem ao menos tem graça. Ainda temos um drama adolescente mal desenvolvido que dificilmente agrada o público alvo — e não ajuda que a protagonista não possui carisma de heroína. Em certo ponto, só consigo lembrar da tragédia esquecível que foi a adaptação de A Coisa Maligna: Não Pense Sobre Isso, de R.L. Stine.

Certamente não cativa toda a família, mas pode-se dizer que é capaz de divertir os mais novos — aqueles na faixa etária que ri de monstros gosmentos sendo desengonçados. Se for para assistir um filme de terror, os mais velhos vão preferir algo que tenha propósito. Como A Casa Monstro. Ou Coraline.

________

Escute nosso PODCAST no: Spotify | Google Podcasts Apple Podcasts | Android | RSS 
Entre para o nosso grupo no facebook AQUI
Curta nossa página AQUI

.
.
.

CONFIRA AS TRÊS REGRAS DO TERROR