Guardiões da Galáxia Vol. 2 | Maiores que Os Vingadores | Crítica

Por Julie Nunes

 

2h 16min – Ação / Aventura – 2017
Direção: James Gunn
Roteiro: James Gunn
Com: Chris Pratt, Zoe Saldana e Dave Bautista

Ao ser lançado no segundo semestre de dois mil e quatorze, o primeiro filme “Guardiões da Galáxia”, abriu caminho para uma nova fase e perspectiva dentro do segmento cinematográfico que atende os fãs de quadrinhos e super-heróis, mas seu melhor feito é também ter atingido ao público mais amplo e se tornado nítido marco. Quase três anos depois “Guardiões da Galáxia Vol.2” estreia sob a promessa de continuar um filme de mesmo potencial. Com a assinatura de James Gunn – diretor e roteirista de ambos os filmes – o novo longa, de fato, conta com todos os elementos de seu anterior seguindo um molde idêntico ao primeiro.

Em “Guardiões da Galáxia Vol.2”  o grupo formado por Quill ( Chris Pratt), Gamora (Zoe Saldana), Drax (Dave Bautista), Baby Groot (Vin Diesel) e Rocket (Bradley Cooper) continua unido tal como uma família, contudo, Quill não consegue se desvencilhar da curiosidade sobre suas próprias raízes e da forte mágoa que carrega de Yondu (Michael Rooker) quando -em meio a uma confusão criada por Rocket ao furtar de Ayesha ( Elizabeth Debicki) e todo seu povo um artefato- o grupo é localizado por Ego (Kurt Russell) e por Mantis (Pom Klementieff) a origem real de Quill é revelada.

Nesse novo longa o tema central são os laços reais criados com aqueles que estão ao nosso redor e a importância dos mesmos, a relevância das amizades e a formação de uma família que independe de vínculos sanguíneos ou que até mesmo é capaz de perdoar verdadeiramente os atos mais graves.

Tudo isso é colocado de maneira inteligente evitando pieguices excessivas, como quando o filme usa a tensão amorosa entre Gamora e Quill para falar dos sentimentos existentes, mas que não são ditos, mesmo que notórios e segue explorando essa temática nas demais relações que se dão como a lealdade e devoção entre Yondu e Kraglin (Sean Gunn) e ainda entre Yondu e Quill. Não à toa a música mais valorizada dentro da poderosa trilha sonora é a conhecida “Father and Son” de Cat Stevens que se trata de um hino do amadurecimento e do diálogo entre pais e filhos.

A direção de James Gunn é eficiente em dosar os momentos de ação e o discurso bastante sensível presente na obra e se inicia muito bem embalando o seu espectador com uma envolvente mistura entre a ação, a comédia e um discurso bastante sólido e objetivo.

Apesar de inúmeras qualidades, como o talento para a criação de um universo que consegue trazer para a atualidade uma atmosfera combinada entre os anos oitenta e a aventura espacial com todo o frescor que isso pode ter, o filme é menos regular em seus tempos e cortes do que seu predecessor e por vezes deixa a impressão de que está em busca de mais tiradas com piadas desnecessárias, um exemplo disso é a repetição da opinião de Drax sobre Mantis, que sim em um primeiro momento é bastante engraçada, mas depois da terceira vez começa a soar enfadonha.

Mesmo sendo bastante nítido o esforço do longa para agradar seus fãs mais exigentes e colocando muitas participações como a de Sylvester Stallone, entre algumas outras tão boas e importantes quanto, é impressionante como o filme não fica estufado, mesmo quando corre esse risco, pois o que há de sobra em ambos Guardiões da Galáxia é o carisma de geral da obra.

Responsáveis por grande parte desse carisma é o elenco que de todo o universo cinematográfico de super-heróis é o que melhor funciona como conjunto, claro, muito bem orquestrado pelo seu diretor, mas ainda sim é bastante visível que há um grande empenho para tornar essa orquestra uma ferramenta sutil ao ponto de se comprar completamente a afinidade e amizade daquele grupo tão heterogêneo.

Sem essa funcionalidade toda a trama desenvolvida no filme estaria bastante prejudicada, mas com certeza o elenco não só é afiado em seu desempenho como torna impossível não haver empatia entre ele e seu espectador.

Poster Oficial

 

Curta Nossa Fan Page AQUI

Se Inscreva em Nosso Canal no Youtube AQUI

Você Também Vai Gostar